O Instituto Ovídio Antônio Pires está situado na cidade de Arantina, sul de Minas Gerais, portal de entrada da Estrada Real, via Andrelândia e São Vicente de Minas, em direção a São João Del Rei e Tiradentes. O município situa-se a 1.041 metros acima do nível do mar. Fica a 96km de Caxambu e 120km de Juiz de Fora, pela rodovia BR-267.

O Instituto tem por objetivo gerir e manter o Museu e a Biblioteca, bem como preservar duas Chaminés, refúgio de verão das andorinhas migratórias. Apoia e cede suas dependências para os trabalhos científicos e ecológicos do Centro de Conscientização Ambiental e de cinco Reservas Particulares do Patrimônio Natural.