As Chaminés são remanescentes da Cerâmica onde eram fabricadas manilhas nas décadas de 40 e 50. Totalmente recuperadas e preservadas, situam-se em uma área de 3.089 m², extensão do Centro de Conscientização Ambiental.

Além de ser um marco significativo no município, hoje, têm como principal finalidade, abrigar milhares de andorinhas migratórias que, anualmente, no verão, encontram nelas proteção para fazerem seus ninhos e criarem seus filhotes.